NASCERAM REIS NO PAÇO REAL DE COIMBRA


No Paço Real da Alcáçova, foi o local onde nasceram e viveram alguns dos Reis de Portugal durante a primeira Dinastia. E foi na Sala Grande dos Actos que ocorreram importantes episódios da vida da nação portuguesa, não fosse esta a Sala do Trono do Paço Real da Alcáçova, onde foi a aclamação de D. João I, Rei de Portugal.
Primeira Dinastia de 1143-1383.

Fotos dos quadros da Sala Grande dos Actos (Sala dos Capelos).


D. Sancho I “O Povoador” – 1185-1211

                                    

Nasceu em Coimbra, em 1154. filho de D. Afonso Henriques e de D. Mafalda de Sabóia. Casou com D. Dulce de Aragão, filha do conde de Barcelona. Herdeiro das virtudes militares de seu pai, continuou a luta encetada contra os mouros. D. Sancho I teve o cognome de “O Povoador”por ter mandado povoar as terras conquistadas. Faleceu em 1211, em Santarém. Sepultado no mosteiro de Santa Cruz de Coimbra, com seu pai D. Afonso Henriques.


D. Afonso II “O Gordo” – 1211-1223

                               

Nasceu em Coimbra, em 1185. Filho de D. Sancho I e de D. Dulce de Aragão, foi o sucessor de seu pai. Casou com D. Urraca, filha de Afonso VIII de Castela. D. Afonso II foi cognominado de “O Gordo” por ser muito gordo. A principal preocupação de D. Afonso II foi a administração do reino e convocou as primeiras Cortes portuguesas em 1211, em Coimbra. Prosseguiu, também, o alargamento do território. D. Afonso II faleceu em Santarém, em 1223. Jaz no Mosteiro de Alcobaça.


D. Sancho II “O Capelo” – 1223-1248



Nasceu em Coimbra, em 1209. Filho de D. Afonso II e de D. Urraca de Castela. Casou com D. Mécia Lopes de Haro, de Leão. D. Sancho II subiu ao trono aos 13 anos e foi cognominado de “O Capelo” por, em criança, ter usado o hábito de frade franciscano. Mostrou-se rijo na arte da guerra, como seu bisavô D. Afonso Henriques, mas foi um fraco administrador. Destituído de rei pelo Papa, em 1245, D. Sancho II exila-se em Castela. Morre em Toledo, em 1248, onde foi sepultado.


D. Afonso III “O Bolonhês” – 1248-1279



Nasceu em Coimbra, em 1210. Era irmão de D. Sancho II, a quem sucedeu. Casou com D. Matilde, condessa de Bolonha, e mais tarde casou com D. Beatriz de Guilhen. D. Afonso III foi cognominado de “O Bolonhês”por, ter casado com a condessa de Bolonha. Assumiu a Regência do Reino em 1245. Depois da morte de seu irmão, D. Sancho II, em 1248, foi proclamado rei. Protegeu a agricultura e desenvolveu o comércio e a indústria. Criou concelhos e concedeu muitos forais. D. Afonso III faleceu em 1279. Jaz no Mosteiro de Alcobaça.



D. Pedro I “O Justiceiro” – 1357-1367


Nasceu em Coimbra, em 1320. Era filho de D. Afonso IV, a quem sucedeu, e de D. Beatriz. Casou com D. Constança, de Castela. D. Pedro I foi cognominado de “O Justiceiro”, "Cruel" por ter aplicado uma justiça rigorosa e severa, igual para todos. Faleceu em Estremoz, em 1367 mas os seus restos mortais e de D. Inês de Castro encontram-se no Mosteiro de Alcobaça.


D. Fernando “O Formoso” – 1367-1383




Nasceu em Coimbra, em 1345. Era filho de D. Pedro I, a quem sucedeu, e de D. Constança. O seu casamento com D. Leonor de Teles, não foi bem recebido pelo povo, tendo até de sair de Lisboa para se poder casar sem tumultos. D. Fernando foi cognominado de “O Formoso”pela sua beleza e distinta figura. Morreu em 1383, deixando uma única filha, D. Beatriz, casada com D. João I, rei de Castela. Terminou, assim, a primeira dinastia, conhecida por “Afonsina” ou “de Borgonha”.




Comentários

  1. Teria os demais retratos presente na sala dos capelos?

    ResponderEliminar
  2. Na Sala dos Capelos está também o retrato de D. Afonso Henriques, que parece ter nascido em Guimarães. Tal como estão os todos os outros reis portugueses.
    Até D. João IV, foram todos pintados a óleo por Carl Falch - um pintor dinamarquês que, na década de 1650, trabalhou em Lisboa. Os restantes foram pintados por diversos pintores (nacionais e estrangeiros).

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue